Cidade do Aço 65 anos: empresa revive pintura que marcou sua trajetória

Por , em 3 de janeiro de 2017.

Layout vermelho com listras brancas e pretas surgiu nos anos 1970, e teve como criadores João de Deus Cardoso e Carlos Antônio Ferro.

Pintura foi uma das mais marcantes das estradas do Rio de Janeiro, sendo elaborada por verdadeiros artistas das latarias. Foto: Fernando Ezidio.

Pintura foi uma das mais marcantes das estradas do Rio de Janeiro, sendo elaborada por verdadeiros artistas das latarias. Foto: Fernando Ezidio.

Uma das mais tradicionais companhias de ônibus do estado do Rio de Janeiro, a Viação Cidade do Aço completou 65 anos de atividade, algo que merece destaque, principalmente num país onde as instabilidades econômicas, políticas e até mesmo geográficas e sociais ameaçam constantemente a longevidade das empresas.

Fundada em 1951 por Geraldo Ozório Rodrigues, com apenas quatro veículos, a Viação Cidade do Aço fazia, inicialmente, linhas entre Barra Mansa e Volta Redonda. No entanto, com o crescimento populacional e melhorias, mesmo que lentas, da infraestrutura de cidades e estradas, a companhia foi expandindo negócios, e acompanhou e contribuiu para o desenvolvimento da região.

Logotipo da empresa remetia à letra A de Aço e dava sensação de velocidade e organização. Foto: Fernando Ezidio.

Logotipo da empresa remetia à letra A de Aço e dava sensação de velocidade e organização. Foto: Fernando Ezidio.

Em 1972, o controle acionário da companhia foi transferido para os irmãos Ariel, Abelmar e Aldemir Curvello, e, ao mesmo tempo, a administração passou a ser feita por Joel Fernandes Rodrigues. Nessa época também, a empresa se destacou com o novo layout que chamou a atenção nas principais rodovias por onde passava: o vermelho predominante e o preto e o branco em listras traziam impacto especial, conferindo identidade aos ônibus.

O projeto visual foi desenvolvido pelos arquitetos João de Deus Cardoso e Carlos Antonio Ferro. João de Deus pode ser considerado uma grife na elaboração de pinturas de ônibus. Ele elaborou layouts marcantes, como para a empresa ABC Esplanada – Rio, com um rosto enorme de mulher nos ônibus, e desenvolveu a identidade de gigantes do setor em suas épocas, como São Geraldo, Itapemirim, Caruaruense, Real Recife, Borborema, Dedo de Deus, Cidade do Aço, e urbanas, como Viação São Camilo (Santo André). Relembre a história neste link.

81282522

cidade-do-ao-antigo-rj-174069-nielson-diplomata

cidade-do-ao-antigo-rj-174028

E, para comemorar essa data especial, a Viação Cidade do Aço pintou um moderno veículo Marcopolo Paradiso com o desenho antigo que marcou a história dos transportes rodoviários. Quem conta é Fernando Ezidio, apaixonado pela história dos transportes e desenhos, que também aproveitou a oportunidade para criar um desenho fictício da pintura histórica num veículo urbano. Ezidio mostra o desenho de um Monobloco O-364, o qual rodou pela Viação Cidade do Aço com pintura original.

Acompanhe o trabalho dele e os relatos:

Temos grandes nomes e layouts simplesmente sensacionais idealizados a 30, 40 anos e que até hoje fazem sucesso!

Felizmente, as empresas estão buscando resgatar esses momentos importantes da sua história, e a mais recente empresa a nos brindar com seu layout clássico é ninguém mais, ninguém menos que a Viação Cidade do Aço!

Idealizado por João de Deus Cardoso e Carlos Antônio Ferro, por anos cruzou e marcou as estradas por onde passou, com suas cores marcantes e formas que destacavam ao longe que lá vinha mais um Cidade do Aço!

Em comemoração aos 65 anos, o clássico layout foi resgatado, para nossa alegria!

O modelo escolhido foi o Paradiso G7 1050 da Marcopolo, sobre chassi Scania K-340. Tive a oportunidade de vê-lo bem de perto, no dia da apresentação da empresa para os busólogos: fui até um dos pontos de encontro pra rever os amigos que compareceram ao evento e pra conhecer o “bichão”…

Uma emoção a mais! O carro ficou simplesmente sensacional!

Em companhia do meu grande amigo Claudio Paz, percorremos alguns quilômetros, acompanhando o carro e nos impressionamos como o layout se destaca na estrada – conseguíamos percebê-lo mesmo à distância!

Bem, voltando para o nosso ‘mundo dos desenhos’…

unnamed-5

unnamed-6

Por que não uma representação desse layout em carros urbanos?

Sei que tal combinação não existiu; mas não resisti à curiosidade e preparei uma versão num Torino, e o resultado particularmente me agradou tanto quanto nos rodoviários…

Bem, essa é a história e, principalmente, ações como essas que particularmente me motivam. Parabéns à Cidade do Aço pelo importante resgate histórico.

Em anexo, uma foto do carro comemorativo, o desenho do Torino e, para relembrar, o layout clássico representado num Monobloco MB O-364.

…aproveitando a oportunidade…

A Cidade do Aço possui o Plano B: um programa de visita para busólogos.

Para se cadastrar, basta enviar um e-mail para marketing@cidadedoaco.com.br, informando nome completo, endereço, RG e idade.

HISTÓRIA

Ônibus com pintura que relembra os anos 1970 ao lado de veículo da Evanil, que se uniu ao grupo na mesma década. Foto: Fernando Ezidio.

Ônibus com pintura que relembra os anos 1970 ao lado de veículo da Evanil, que se uniu ao grupo na mesma década. Foto: Fernando Ezidio.

Ônibus com pintura que relembra os anos 1970 ao lado de veículo da Evanil, que se uniu ao grupo na mesma década.
No site, a Viação Cidade do Aço relaciona os principais eventos de sua história. Vale a pena conferir.

1951

Fundada por Geraldo Ozório Rodrigues, a Viação Cidade do Aço passou a operar em julho de 1951. Com uma frota de apenas quatro veículos, fazia somente itinerários entre Barra Mansa e Volta Redonda.

1953

Com ônibus do tipo luxo, passou a realizar viagens de Barra Mansa e Volta Redonda para o Rio de Janeiro.

1967

Nesse ano, entraram em operação os novos veículos Mercedes-Benz para viagens longas de turismo, e também foram inauguradas as novas instalações na Av. Francisco Vilela, em Barra Mansa.

1972

O controle acionário da Viação Cidade do Aço foi transferido para os irmãos Ariel, Abelmar e Aldemir Curvello, e, ao mesmo tempo, a administração passou a ser feita por Joel Fernandes Rodrigues.

A Viação Cidade do Aço também venceu o concurso de pintura de frota da Editora Transporte Moderno, com o projeto visual do arquiteto João de Deus Cardoso, representando a “Corrida do Aço”.

Comemorando 20 anos de fundação, também ganhou um novo logotipo, idealizado pelos arquitetos João de Deus Cardoso e Carlos Antonio Ferro.

1973

Com a entrada da Evanil Transportes e Turismo para o Grupo Cidade do Aço, os serviços foram estendidos até a Baixada Fluminense, operando linhas que fazem itinerários entre Nova Iguaçu e o centro do Rio de Janeiro. A Evanil também liga Nova Iguaçu a Volta Redonda, Barra Mansa e Resende.

1979

Começou a funcionar o setor de Recursos Humanos, voltado para o treinamento e capacitação dos colaboradores. Foi o primeiro ano em que os motoristas da Viação Cidade do Aço conquistaram o título “Motorista Padrão” (também foram eleitos em 1980, 1981 e 1983), em concurso patrocinado pelo Departamento de Transportes Rodoviários.

1982

Para comemorar os 30 anos, a empresa renovou sua frota e adquiriu veículos mais confortáveis.

1993

Com a criação de um novo projeto visual, também desenvolvido por João de Deus Cardoso, a Viação Cidade do Aço ganhou novamente o concurso de pintura de frota da Editora Transporte Moderno. Com o objetivo de modernizar os ônibus sem perder a tradição, a pintura foi inspirada no projeto anterior, e privilegiava cores claras, com menor absorção térmica, para aumentar o conforto dos clientes.

1994

A empresa deu início à implantação da Gestão pela Qualidade Total (GQT).

1995

Foi inaugurado o novo Parque Rodoviário da empresa, localizado na Rodovia Presidente Dutra, em Barra Mansa.

Nesse ano, também foram criados o Informativo VCA, jornal destinado aos colaboradores da empresa, e o concurso para a escolha da logomarca da qualidade.

1996

A Viação Cidade do Aço iniciou a implantação do Programa 5S, filosofia que visa oferecer um serviço de qualidade.

1997

A empresa começou a oferecer o Serviço Executivo Non-Stop. No mesmo ano, foi eleita pela Associação Comercial Industrial e Agro-Pastoril de Barra Mansa como a melhor prestadora de serviço rodoviário.

1998

O Projeto ISO 9002 de busca da certificação foi lançado nesse ano. O Jornal de Bordo Qualidade em Movimento, destinado aos clientes, também começou a ser distribuído.

1999

A empresa recebeu a certificação da norma de qualidade ISO 9002. Também foi implantado o Telecurso 1º Grau para os colaboradores, e lançado o Serviço de Atendimento ao Consumidor (0800).

2000

Nesse ano, muitas novidades aconteceram: a Assessoria de Comunicação e Marketing e o Programa de Visitas foram criados, foi lançado o I Concurso de Desenho Infanto-Juvenil para os filhos de colaboradores, e o Jornal Mural, destinado à democratização da informação em todas as garagens, começou a ser produzido.

2001

A empresa começou a operar a linha Barra do Piraí x Nova Iguaçu. A Viação Cidade do Aço completou 50 anos, e foi homenageada pelas empresas Scania e Busscar. Além disso, também recebeu uma homenagem pela entrega do 34.000º ônibus rodoviário produzido pela indústria.

2002

Sob a regência do maestro Nicolau Martins (Projeto Volta Redonda – Cidade da Música), começou a ser realizado o famoso Concerto de Natal, com o objetivo de levar música popular e canções natalinas aos seus clientes e usuários das rodoviárias.

2003

Além de realizar o Segundo Concerto de Natal, com um coral de violinos, formado pelos alunos do Projeto “Do Aço ao Clássico”, a empresa participou da campanha Natal sem Fome, organizada pela ONG Ação da Cidadania, fundada pelo sociólogo Betinho.

Oito novos ônibus também passaram a fazer parte da frota da empresa.

2004

A Viação Cidade do Aço adquiriu 16 novos ônibus rodoviários.

Aconteceu o Terceiro Concerto de Natal, realizado nas rodovias Novo Rio, Volta Redonda, Barra Mansa e Resende, com um show de corais de sopro de flauta, clarinete, saxofone, trompete e trombone.

2005

Em um ano de muitas atividades, a empresa inaugurou uma agência própria para venda de passagens em Barra do Piraí, incorporou a linha Piraí-Pinheiral aos seus serviços, criou o Sistema de Venda de Passagens para Estudantes Universitários e recebeu a recomendação da recertificação ISO 9001:2000.

Além de doar um fagote ao Projeto Volta Redonda: Cidade da Música, também realizou o Quarto Concerto de Natal da Viação Cidade do Aço com 200 jovens músicos da Banda de Concertos de Volta Redonda, integrante do Projeto “Do Aço ao Clássico”.

2006

A Viação Cidade do Aço inaugurou a Sala VIP, em Volta Redonda, e um novo Sistema de Venda de Passagens, interligando agências e permitindo aos clientes comprar passagens de ida e volta, foi implementado.

A empresa ganhou do publicitário Jorge Paulo Garcia Sarmento o seu mascote. E, em um grande evento na garagem de Barra Mansa, foi realizado o primeiro Balanço Social. Nesse ano, um Xylophone foi doado ao Projeto Volta Redonda: Cidade da Música.

2007

Em parceria com o Projeto Volta Redonda: Cidade da Música, a empresa fez a doação de um tímpano. Também recebeu o Prêmio Qualidade Brasil, realizou o 6º Encontro da Qualidade, com o tema “Rodeio de Conceitos”. No mesmo ano, entrou em operação o CTO (Centro Técnico Operacional), aconteceu o VI Concerto de Natal, e o diretor recebeu a Medalha Tiradentes da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro.

2008

Além de ganhar um novo projeto visual e reformar a agência na Rodoviária Novo Rio, a Viação Cidade do Aço começou a operar a linha Resende x Barra da Tijuca e a participar do Programa Jovem Aprendiz, e realizou mais um Balanço Social. Para apresentar seus 32 novos ônibus, a empresa fez uma carreata pelas cidades de Barra Mansa e Volta Redonda. Nesse ano, também transportou a delegação dos países que participaram da Copa do Mundo de Futebol de Salão. E em parceria com o Projeto Volta Redonda: Cidade da Música, fez a doação de um novo tímpano.

2009

O ano começou com a conquista da certificação ISO 9000. E mais novidades surgiram: a empresa passou a ligar Nova Iguaçu a Barra da Tijuca, os colaboradores ganharam novo uniforme, e o Encontro da Qualidade teve como tema “Festival de Valores”.

Além de realizar o VII Concerto de Natal, transportou membros do Comitê Olímpico Internacional (COI).

2010

Nesse ano, toda a frota da empresa foi equipada com GPS. Itaguaí ganhou alojamento para os motoristas, e o Centro de Informações do Tráfego (CIT) foi criado.

O colaborador Laudinel Ribeiro, de Cruzeiro, ganhou o Prêmio Alberto Moreira 2010. E muitos outros reconhecimentos vieram. A Viação Cidade do Aço participou do Challenge Bibendum, e conquistou medalha pelo consumo de combustível e menor índice de ruído.

Também esteve presente no Programa do CCC (Centro de Conhecimento Científico – Instituto de Desenvolvimento Humano e Social), e doou cartilhas de conscientização para a não utilização de drogas, destinadas ao público infantil. Recebeu o Prêmio Melhores do Ano na categoria Prestação de Serviços, e ganhou o Diploma de Parceria com o Centro de Preparação de Oficiais da Reserva do Rio de Janeiro (CPOR/RJ) como reconhecimento pelos relevantes serviços prestados.

O Concerto de Natal contou com a participação do violinista Vicente Lima e do tecladista Rodrigo Nicheli.

2011

Completando 60 anos, lançou um selo comemorativo para toda a frota, mudou a identidade visual e criou o Manual de Identidade Visual. Instalou, para teste, uma rede Wi-Fi em um dos ônibus executivos, e começou a realizar a venda de passagens online.

Além de reestruturar o Programa 5S, contratou as primeiras mulheres cobradoras, e foi recomendada a uma recertificação, referente à NBR ISO 9001:2008.

Também participou da Feira de Negócios do Sul Fluminense (FLUMISUL). A Viação Cidade do Aço recebeu da Prefeitura Municipal de Barra Mansa um Certificado de Mérito Empresarial, em reconhecimento aos seus 60 anos de serviços prestados. E, para ajudar as vítimas das chuvas da região serrana, no Rio de Janeiro, seus colaboradores realizaram arrecadação e doação de mantimentos.

2012

Finalizando as comemorações dos seus 60 anos, a Viação Cidade do Aço distribuiu carta e caneta comemorativa a todos os colaboradores. Além de adquirir vinte novos ônibus (14 rodoviários e 6 urbanos) e instalar rede de Wi-Fi em todos os ônibus executivos, iniciou o curso de Reciclagem para Motoristas, contratou as primeiras mulheres motoristas e ajudantes de eletricista, e, em parceria com a Prefeitura Municipal de Barra Mansa, fez o replantio de árvores.

2013

Ano em que completou 62 anos, a Viação Cidade do Aço investiu na aquisição de novos 31 ônibus, sendo 14 convencionais, 16 executivos (4ª Geração) e 1 urbano com motor dianteiro, além de 4 sprinters para o setor de fretamento. Os novos ônibus executivos trouxeram modernidade e mais conforto para os clientes.

Os funcionários também ganharam uma surpresa: um novo uniforme passou a fazer parte do dia a dia das colaboradoras dos setores administrativo e tráfego, assim como o setor de manutenção passou por testes para um novo uniforme. O Programa 5S ganhou forças com o “resgate” dos padrões de qualidade. E a empresa começou um Programa de Visita de Busólogos, chamado Plano B.

2014

A Viação Cidade do Aço venceu o Prêmio Alberto Moreira, um dos eventos mais importantes de valorização e reconhecimento dos profissionais do setor de transporte rodoviário do estado do Rio de Janeiro. A empresa contou com cinco representantes na final, sendo que quatro deles foram vencedores. São eles:

Adriano Basílio Marques – Manutenção – 1º lugar
Norma Sacchi de Souza – Administrativo – 1º lugar
Antônio Carlos de Souza – Operacional – 2º lugar
Mauro Antônio de Souza – Motorista – 2º lugar
Milton Rezende da Silva – Cobrador – Finalista

Buscando estimular hábitos alimentares mais saudáveis nos colaboradores e prevenir fatores de risco de doenças cardiovasculares e osteomusculares, a Viação Cidade do Aço lançou o Programa Dietaço. O acompanhamento dos colaboradores, inicialmente motoristas da Garagem de Barra Mansa, foi realizado por meio de balança antropométrica, aparelho de glicemia, lanceta e tira de teste.

O ano reservou ainda uma homenagem ao colaborador Milton Carlos Medeiros com o Prêmio Rodoviário Sindpass Revelação 2014.

2015

Os encontros “Café com Ideias” reuniram diretor e colaboradores para trocas de sugestões destinadas ao crescimento da empresa. Além disso, o Programa Dietaço ganhou mais adesão dos motoristas de Barra Mansa. A Viação Cidade do Aço também lançou o Projeto COLETIVO, a fim de reduzir custos por meio da cooperação mútua. O slogan da iniciativa é: Pessoas, ideias, ações e bons resultados.

A empresa ganhou um novo canal de comunicação com o cliente: a página oficial no Facebook. Dessa forma, os interessados podem acessar notícias, descobrir dicas e conferir novidades do transporte rodoviário.

O colaborador João Brito Fiuza recebeu o Prêmio Rodoviário Revelação 2015, do Sindpass.

Esta publicação foi catalogada na categoria de