Volkswagen apresentará miniônibus elétrico autônomo

Por , em 27 de dezembro de 2016.

Conceito deve ser revelado no salão de Detroit, que ocorre no próximo mês.

Minibus VW Transporter devem ser substituídos por elétricos.

Minibus VW Transporter devem ser substituídos por elétricos.

A Volkswagen deve lançar um miniônibus elétrico em janeiro no salão de Detroit, um dos maiores do setor automotivo.

Além de a tração ser elétrica, não emitindo poluentes durante as operações, o veículo será autônomo, não necessitando, portanto, de motorista para ser conduzido.

Ainda não há previsão de produção em série desse veículo.

De acordo com agências internacionais, o objetivo da montadora é concorrer com o Uber por meio da divisão de serviços de mobilidade Moia.

Nos moldes do Uber, o Moia será acionado por meio de aplicativos de celulares.

Com o veículo, a Volkswagen quer atuar no transporte coletivo de baixa capacidade.

É o segundo conceito de veículo plug-in da Volkswagen. O primeiro foi lançado em setembro, no salão de Paris, tratando-se de um hatchback elétrico no estilo do Golf.

O miniônibus terá o mesmo conceito do carro de Paris, com base no novo Modular Electric Drive Kit – MEB.

Uma das características do veículo é que o volante se retrai para dentro do painel ao toque do motorista, enquanto é acionado o modo autônomo.

Assim, haverá a possibilidade da condução convencional e da autônoma.

A condução autônoma se dará com o auxílio de sensores que detectam obstáculos e barreiras na via, sejam móveis ou fixos, e também por câmeras que permitem que os ocupantes do miniônibus tenham uma visão geral do entorno do veículo.

A Volkswagen apresentou um teaser anunciando o modelo, mas sem grandes revelações sobre a carroceria.

A Volkswagen apresentou um teaser anunciando o modelo, mas sem grandes revelações sobre a carroceria.

A Volkswagen apresentou um teaser anunciando o modelo, mas sem grandes revelações sobre a carroceria.

Hoje, a Volkswagen está presente no serviço de transportes coletivos de baixa capacidade na Europa com o minibus VW Transporter a diesel, o qual deve ser substituído por modelos elétricos.

Após o escândalo da adulteração de sensores que indicam a emissão de poluição nos veículos a diesel, a Volkswagen acelerou os estudos para a produção de veículos elétricos.

São desenvolvidas 30 versões à bateria de diversos portes, e o objetivo da Volkswagen é que, em 2025, venda 3,2 milhões de unidades elétricas, aproximadamente 25% de sua participação global.

Esta publicação foi catalogada na categoria de