Exemplo de como o transporte público pode atrair as classes mais altas que dificilmente deixariam o carro em casa

Por , em 23 de agosto de 2011.

Publix, do Grupo da Auto Viação ABC, coloca ônibus diferenciados em linha seletiva que serve o Aeroporto de Congonhas e o ABC Paulista. Veículos têm até acesso à internet

ADAMO BAZANI – CBN

Ônibus Marcopolo Geração Sete, com design moderno e equipamentos de conforto e segurança deve atrair mais passageiros para a ligação entre o ABC Paulista e o Aeroporto de Congonhas, na zona Sul de São Paulo, tornando a linha com características verdadeiramente seletivas. Foto: Adamo Bazani

Ônibus Marcopolo Geração Sete, com design moderno e equipamentos de conforto e segurança deve atrair mais passageiros para a ligação entre o ABC Paulista e o Aeroporto de Congonhas, na zona Sul de São Paulo, tornando a linha com características verdadeiramente seletivas. Foto: Adamo Bazani

Um dos grandes desafios hoje das cidades para amenizar os problemas de congestionamento e da poluição, que causam prejuízos econômicos e redução da qualidade de vida da população, é convencer as pessoas que usam os carros de passeio a deixá-los em casa para utilizarem o transporte público.
E esse convencimento vem pela oferta de um transporte que alia qualidade e rapidez.
Corredores de ônibus e sistemas mais modernos de massa são indicados por especialistas para que a maior parte da população veja atrativos em não usar o transporte individual.
Mas existe uma parcela da população, de renda maior, que mesmo com um transporte de massa melhor, dificilmente deixaria o carro em casa, seja pela questão de segurança, comodidade e até cultural.
Para este público, os serviços devem ser diferenciados, o que pode ser também oferecido pelos transportes coletivos pelas chamadas linhas seletivas.
Essas linhas possuem ônibus com tarifas mais altas mas com serviço compatível ao cobrado, oferecendo veículos mais confortáveis, com acessibilidade, equipamentos que atendam à necessidades deste tipo de demanda, que costuma trabalhar enquanto se desloca, entre outros atributos.

Ocorre que muitas linhas consideradas seletivas não correspondem à sua classificação. Algumas são operadas por ônibus velhos, apertados e com o mesmo conforto de um serviço convencional.

Poltronas mais largas e com melhor ergonomia oferecem conforto maior ao passageiro e segurança, com cintos. Cada assento possui mesas de trabalho para notebook e outros equipamentos. Salão de passageiros têm iluminação especial, saída de ar condicionado individual e três telas de LCD. Foto: Adamo Bazani

Poltronas mais largas e com melhor ergonomia oferecem conforto maior ao passageiro e segurança, com cintos. Cada assento possui mesas de trabalho para notebook e outros equipamentos. Salão de passageiros têm iluminação especial, saída de ar condicionado individual e três telas de LCD. Foto: Adamo Bazani

No ABC Paulista, a Publix Transportes, empresa recentemente criada após o Grupo ABC ter adquirido as companhias Interbus Transporte Urbano e Interurbano e Empresa Auto Ônibus Circular Humaitá, vai tornar o serviço entre a região e o Aeroporto de Congonhas, na Zona Sul de São Paulo, com reais características de linha seletiva, o que deve estimular uma parcela maior de pessoas a não utilizar o carro para se deslocar ao Aeroporto ou escritórios e faculdades na região.
Foram comprados ônibus de última geração que prometem, segundo a empresa, ser a extensão do escritório para executivos, advogados, homens de negócio, profissionais de comunicação, estudantes entre outros.
É que os veículos possibilitam acesso grátis à internet sem fio. Além disso, os ônibus possuem em cada poltrona mesas para notebooks ou outros equipamentos eletrônicos.
Além disso, estes ônibus oferecem entretenimento a bordo. São três telas de LCD e aparelho de DVD.
O ar condicionado tem saídas individuais que podem ser controladas pelos passageiros.
As poltronas, 47 no total, são mais largas e ergonômicas, feitas de estofamento especial, e possuem cintos de segurança.
Em cada assento também, os ônibus possuem tomadas para o uso dos computadores individuais e para carregamento de celulares.
A vantagem é que em vez de enfrentar trânsito ou gastar um grande valor em táxi, o usuário pode trabalhar ou se distrair enquanto vai ou volta do Aeroporto.

Equipamento que permite acesso à internet sem fio para trabalho e entretenimento dos passageiros, que podem desempenhar suas funções no deslocamento para o Aeroporto ou retorno em vez de ficarem presos em congestionamentos dirigindo seus carros. Foto: Adamo Bazani

Equipamento que permite acesso à internet sem fio para trabalho e entretenimento dos passageiros, que podem desempenhar suas funções no deslocamento para o Aeroporto ou retorno em vez de ficarem presos em congestionamentos dirigindo seus carros. Foto: Adamo Bazani

Inicialmente são cinco ônibus deste tipo. Eles são do modelo Viaggio 900, da Geração Sete, da encarroçadora Marcopolo, que projetou estes veículos para serem mais econômicos, por apresentarem materiais mais leves e sistema de resfriamento dos freios pelo desenho da carroceria, e com design mais moderno. O chassi é o Mercedes Benz OF 1722 M, com motorização eletrônica.
Para quem costuma viajar com grandes quantidades de malas, o ônibus possui bagageiros amplos. A iluminação interna é como de aviões com luzes de leitura mais modernas, em led.
A linha onde estes ônibus vão atuar é a 470 – Aeroporto de Congonhas / Santo André (Cidade São Jorge). Esta linha atende também o Terminal Santo André Leste, integrado aos trens da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) e o TERSA (Terminal Rodoviário de Santo André), de onde saem ônibus para mais de 700 destinos em todo o país.
O valor da passagem é de R$ 6,50. Até então, a linha era operada por micro-ônibus, que só tinham ar condicionado.
A empresa espera um aumento da demanda de passageiros com este investimento na compra do modelo mais moderno.
Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.

 

Carroceria foi projetada para oferecer economia, por ter materiais mais leves, conforto pelo maior aproveitamento de espaço e segurança, com conjunto de lanternas modernos, com luzes de LED. Carroceria permite também resfriamento dos freios, um fator a mais de segurança e economia. Foto: Adamo Bazani

Carroceria foi projetada para oferecer economia, por ter materiais mais leves, conforto pelo maior aproveitamento de espaço e segurança, com conjunto de lanternas modernos, com luzes de LED. Carroceria permite também resfriamento dos freios, um fator a mais de segurança e economia. Foto: Adamo Bazani

Cada poltrona possui tomada 110 V para uso de computadores individuais, recarregamento de baterias de celular e outros aparelhos. Foto: Adamo Bazani

Cada poltrona possui tomada 110 V para uso de computadores individuais, recarregamento de baterias de celular e outros aparelhos. Foto: Adamo Bazani